fbpx
Pular para o conteúdo

Blog

Diferenças na avaliação metabólica do VO2 máximo de exercício em esteira e cicloergômetro

Os exercícios de treinamento esportivo induzem adaptações fisiológicas que melhoram o desempenho atlético. O uso de testes fisiológicos é um importante indicador da performance esportiva, ele auxilia no desenvolvimento de programas de treinamento de resistência, prescrevendo e monitorando cargas de treinamento para obter adaptações fisiológicas positivas.

As aplicações dessas medidas incluem a avaliação da aptidão aeróbica, a prescrição de exercícios de treinamento físico e a previsão do desempenho de resistência. O consumo máximo de oxigênio (VO2 max) é considerado o padrão ouro na avaliação aptidão cardiovascular, ele reflete a eficiência do sistema respiratório e circulatório e a eficiência do sistema muscular no uso do oxigênio durante o exercício.

Níveis elevados de VO2 max têm se mostrado inversamente relacionados com doenças cardiovasculares e mortalidade. Atletas profissionais utilizam o VO2 max como parâmetro chave para avaliar seu estado de treinamento e progresso. Geralmente para esses testes é usado um protocolo de exercício incremental, em bicicleta ergométrica ou esteira.

Testes em esteira e bicicleta ergométrica ​​para monitorar o treinamento de atletas 

As modalidades de teste mais utilizadas são o cicloergômetro (CE) e a esteira (TE), com vários protocolos. Essas modalidades de treinamento têm pontos fortes e fracos únicos. De acordo com os estudos, o TE ativa mais grupos musculares, e o VO2 max é geralmente maior do que no cicloergômetro variando entre 7-18%. A relação entre a modalidade de teste e o VO2max é ambígua, triatletas com experiência anterior no ciclismo podem obter resultados no cicloergômetro iguais ou até superiores aos obtidos na esteira, enquanto corredores treinados apresentam resultados superiores no teste de esteira.

Normalmente, para triatletas a modalidade de teste é selecionada especificamente para se adequar à disciplina treinada pelo examinando, ou seja, uma esteira para corredores ou uma bicicleta ergométrica para ciclistas.

Em recente estudo realizado por Price et al. (2022), foi relatado que assim como os parâmetros VO2 AT, VO2 RCP, o VO2 max é significativamente maior no teste de esteira do que na bicicleta ergométrica em triatletas homens e mulheres.

O Meeting Brasileiro de Nutrição Esportiva em sua 10ª edição trará uma abordagem científica sobre a nutrição esportiva avançada, apoiando a importância do cuidado nutricional na rotina de atletas de elite, amadores e desportistas.
Clique aqui e saiba mais sobre o NE 2022.

REFERÊNCIAS
PRICE, Szymon; et al. Differences between Treadmill and Cycle Ergometer Cardiopulmonary Exercise Testing Results in Triathletes and Their Association with Body Composition and Body Mass Index. International Journal Of Environmental Research And Public Health, [S.L.], v. 19, n. 6, p. 3557, 17 mar. 2022. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/35329246/. Acesso em: 15 jul. 2022.

KLEINLOOG, Jordi P. D.; et al. Validity and reproducibility of VO 2 max testing in a respiration chamber. Scandinavian Journal Of Medicine & Science In Sports, [S.L.], v. 31, n. 6, p. 1259-1267, 10 mar.
2021. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC8251998/#!po=76.6667. Acesso em: 15 jul. 2022.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nosso site utiliza cookies que são úteis para ver como você interage com as páginas e os elementos do site. Com isto, podemos aprimorar nosso conteúdo e deixa-lo sempre mais atraente e interessante. Ao aceitar, você concorda com o uso de cookies. Política de Privacidade